Fiscalizar é preciso

Com uma frequência que beira a assiduidade, o uso da banda de 10 metros por caminhoneiros no porto de Santos tem gerado um desconforto entre os radioamadores que utilizam os modos digitais em 28.120Mhz. O desrespeito ao espectro destinado aos radioamadores incomoda em muitos níveis.

Neste mês de Abril de 2015, A LABRE, através do Grupo de Gestão e Defesa Espectral (GDE), compartilhou no mês de abril de 2015 com a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) várias reportagens sobre operações ilegais envolvendo estações invasoras do espectro de radioamador.

Conforme compartilhou o presidente da LABRE-SP, Marcelo Hideo Motoyama em seu Facebook, as informações abrangeram várias faixas de frequências em 12 estados. Mais de 100 linhas de log e 167 estações invasoras foram detectadas.

Quem tem barbas que as ponham de molho pois as multas nestes casos são altas, principalmente para pessoas físicas.

<b>z35W7z4v9z8w</b>