Gerenciando pacotes (software) no Ubuntu com o aptitude

O dpkg e APT são ferramentas que já existem há muito tempo e funcionam bem, mas existe algumas situações onde ambas as ferramentas podem exigir um conhecimento muito elevado. O aptitude faz as coisas de maneira mais fáceis, automatizando algumas operações de pacotes (como por exemplo executar o apt – get update antes de atualizar ou instalar um pacote) permitindo a flexibilidade suficiente para ser útil. Por esses motivos, recomendamos a utilização do aptitude em linha de comando do linux sempre que possível.

Da mesma forma que fizemos com o APT e com dpkg, abaixo está uma pequena lista dos comandos mais utilizados para começar os nossos trabalhos.

sudo aptitude
Inicia a interface do aptitude. Use Ctrl + T para acesso ao menu e a tecla q para sair.

aptitude help
Listas de ajuda para o uso do aptitude.

aptitude search
Listas de pacotes combinando com a palavra chave.

sudo aptitude update
Atualiza os índices de pacotes disponíveis nas fontes APT.

sudo aptitude upgrade
Atualiza todos os pacotes para sua últimas versões.

aptitude show
Lista informações sobre o pacote, que esteja instalado ou não.

sudo aptitude download
Faz o downloads do pacote, mas não instala.

sudo aptitude clean
Remove todos os arquivos .deb do cache em /var/cache/apt/archives.

sudo aptitude autoclean
Remove todos os pacotes .deb desatualizados do /var/cache/apt/archives.

sudo aptitude install
Instala o pacote no seu sistema. Existem várias opções para a seleção de versões específicas e utilização de curingas.

sudo aptitude remove
Remove um ou mais pacotes do sistema.

sudo aptitude dist-upgrade
Atualiza todos os pacotes para sua versão mais recente, automatiza a remoção ou instalação de pacotes quando necessário.

Autor: Pedro Delfino

py2gs

Graduado em Informática para Gestão de Negócios pela Fatec-BS. Pós-graduado em Administração Pública pela UGF. Aposentado do Serviço público Federal, Casado, 2 filhos e uma neta. Mora em Santos Litoral de São Paulo. Radioamador Classe A, prefixo py2gs antigo py2add.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 2 =

Verificando humanidade. *

%d blogueiros gostam disto: