As Quatro Estações da Vida

Na primavera,
tudo é maravilhoso.
A vida é um incansável saltitar.
Vendo-se tudo com o olhar pleno de gozo.
Na inocência de uma vida a começar.

Logo depois, no inicio do verão,
o coração para a vida despertar,
desponta o sonho,
como a pétala da flor,
que linda se abre,
e o sol se põe a namorar.

Entregue ao doce devaneio do amor,
olhos brilhantes,
baixinho a cantarolar,
vem os prazeres da vida,
a ilusão.
Vem o desejo irrefreável de amar.

Chega o outono,
cai a folha, já cansada.
Do ardente sol,
que a amarela e faz cair.
Rolando ao chão,
para por homens ser pisada,
e no monturo ser jogada a sucumbir.

Ah! o inverno vem chegando!
O coração dolorido já fenece!
Pobre alguém,
que passou a vida amando!
Aos poucos dorme,
murmurando uma prece.

Hilda Varela
Santos, 25/03/2016

 

 

 

py2gs

Graduado em Informática para Gestão de Negócios pela Fatec-BS. Pós-graduado em Administração Pública pela UGF. Aposentado do Serviço público Federal, Casado, 2 filhos e uma neta. Mora em Santos Litoral de São Paulo. Radioamador Classe A, prefixo py2gs antigo py2add.

2 comentários em “As Quatro Estações da Vida

  • 26/03/2016 em 5:17 pm
    Permalink

    Muito legal e verdadeiro, já passei por todas essas fases e hoje já me encontro no inverno da vida.
    Não obstante a tudo isso hoje vivo das minhas saudades que completam a minha felicidade.

    Resposta
    • 26/03/2016 em 6:30 pm
      Permalink

      Obrigado por comentar. Relatei seu comentário à autora. Ela disse que sente as pisadas humanas.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificando humanidade. *

%d blogueiros gostam disto: